segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Tired


E aconteceu como o previsto. A sua mudança não aconteceu. Milhares de últimas chances. E você achou que nunca me perderia. Mas quando eu disse que isso aconteceria caso nada mudasse, eu estava falando sério. Estou cansada de você, e do que me fez passar. Cansada das suas mentiras, que me machucavam ainda mais. Cansada de acreditar em você, cansada de chorar todos os dias, cansada de saber que você nunca se importou. Eu estou indo embora, e pela primeira vez, não sinto dor ao ver que essa foi a única saída. Eu sempre soube que você era uma parte de mim, e sei que não te esquecerei tão fácil assim. Mas eu desisto de esperar por uma mudança que nunca acontecerá. E eu era acostumada a inventar diálogos que não acontecerão. Cansei de forjar as suas palavras. E cansei de imaginar que você esteja sentindo a minha falta. Cansei de todas as lágrimas que acabavam escorrendo sobre a minha face. Agora eu apenas vou continuar vivendo como se nunca tivesse te conhecido, e tentar me conformar de que o nós nunca existiu. O que existiu foi alguém, que como todos os outros, me confundiu com uma boneca da qual podia brincar. E se enganou. Por que agora essa boneca não chora mais por ti, e o único desejo dela é que você vá para bem longe. E nunca mais volte.

sábado, 6 de novembro de 2010

The way it hurts

Você sabe da maneira como isso machuca? Queima por dentro, é como se o meu coração estivesse se desfazendo aos poucos. E as partes que ainda restam, batem involuntariamente por você. E dói mais ainda saber que o amor que eu sinto por você seja recíproco, e eu tenha que te esquecer do mesmo jeito, simplesmente por que você não faz por merecê-lo. Então aqui estou eu, eu estou tentando e chorando. Tentando te esquecer de todas as maneiras possíveis, mas te tirar do meu pensamento é impossível, por que você ainda está no meu coração. Não sei quanto tempo isso vai levar, mas sei que vai demorar. E enquanto eu não te esquecer, meu coração estará sofrendo, quebrado, por sua culpa. As coisas não saíram como o esperado, e eu lamento muito por isso. Eu sofro muito por isso. Achei que as coisas seriam fáceis dessa vez, mas elas não foram. O meu problema foi o de sempre: Ter esperado e confiado muito, e no final das contas percebi que você era só mais um, por mais que sentisse algo por mim. Eu não sei se vai doer mais tentando me afastar de você, mas eu já sofri demais ao seu lado. Nem mesmo todas as vezes que você me fez sorrir não compensam as vezes que você me fez chorar. E mesmo juntando toda essa raiva que eu tenho de você, eu não consigo te esquecer. Talvez toda essa alegria que eu demonstro ter seja só uma máscara que esconde todo o meu sofrimento. É uma máscara tão perfeita, que eu posso enganar qualquer um dizendo que estou bem. Mas quando eu vou me deitar, eu preciso tirar essa mesma máscara. E quando isso acontece, as lágrimas deslizam sobre a minha face. Lembro das suas palavras, quando você disse que estava sofrendo por que perdeu a pessoa que você mais amava no mundo, eu não consigo acreditar... até porque você conjulga o verbo amor no passado. E quando você me diz que não sabe se vai conseguir me esquecer, eu imagino você e ela... e quando vocês dois estão a sós, eu duvido que eu seja a pessoa que está dominando a sua mente. E mesmo se fosse, eu acho que você não se importa, por que se você se importasse com o que eu sinto, você não estaria lá, com ela. Você realmente quer ser diferente? Eu queria que você fosse. Você tenta me dizer que não a quer, mas eu sei que é uma mentira da qual eu gostaria muito que fosse verdade. Uma perfeita negação. Saber que ela poderia estar tocando você agora, sentindo o sabor de seus lábios nos dela, revira o meu estômago. E imaginar um futuro não muito distante, aonde você diz a ela tudo o que costumava dizer pra mim. E você disse que vai mudar por mim, então o que eu posso fazer é esperar por essa mudança. Nos clichês, eles nunca mudam. E ela se magoa de novo. Eu espero que não seja assim. E nem o melhor abraço do mundo é capaz de curar o meu sofrimento, os braços que me anestesiam estão bem longe agora. Às vezes eu só queria um abraço seu pra poder esquecer de tudo, mas eu sei que quando ele acabar, a dor voltará. A melhor saída é ser fria com você, pois olhar pra você torna tudo mais difícil. As pessoas dizem que amor verdadeiro e recíproco só traz felicidade. E eu me pergunto por que comigo não foi assim.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Experiência própria.


Você já sofreu por alguém? Você já achou que conhecia cada centímetro de uma pessoa e ela simplesmente mudar todas as suas teorias? Você já quis morrer por essa pessoa? Já quis abandonar tudo, desistir de tudo e de todos porque te deixaram muito mal? Você já deixou de dormir por essa pessoa? Você já gostou tanto de alguém que os outros eram apenas... os outros? Já gostou tanto de alguém que você não conseguia esquecer essa pessoa por mais que tentasse de todas as maneiras possíveis? Essa pessoa já te magoou como se não restasse nada dentro de você? Seu coração já se quebrou em pedaços, como o meu está agora? E mesmo quebrado em mil pedaços, esses pedacinhos ainda amavam a mesma pessoa? Teu coração já bateu involuntariamente por alguém? Você já chorou como se não houvessem sorrisos a não ser aquele que desmanchou o seu? Você já quis esquecer quem você gosta por pura necessidade, e já quis que isso fosse fácil? Se já, você sabe como é, sabe como eu me sinto. E se não, nunca queira ter essa experiência tão cedo. Machuca, e muito.