sábado, 19 de março de 2011

You don't care.


Eu me pergunto por que as pessoas não conseguem ver a dor que o meu sorriso carrega. Eu me pergunto por que as pessoas não se esforçam para enxergar além do que eu aparento ser, e ver que meus olhos estão cansados de derramar lágrimas. E eu pergunto por que você não se importa com isso. Eu tinha tanto medo de te magoar, e ainda tenho. Mas agora, você só se importa com você mesmo. E eu não posso entender por que eu ainda preciso tanto de você, por que eu ainda me importo. Eu costumava saber em quem você pensava, e eu sorria ao pensar em você, ou ao te ver. Agora eu não sei nem ao menos quem você é, e eu sinto vontade de desabar em lágrimas quando te vejo, ou ao pensar em você. E ainda assim todo mundo acredita quando eu digo que está tudo bem. Eu sempre me decepcionei, mas dessa vez eu queria que fosse diferente, por que você não deixava nem passar pela minha cabeça que um dia me magoaria. Você deveria me explicar porque você mudou, e porque age assim, como se não tivesse um coração. Mas você tem. Por que eu entreguei o meu à você, mas você não está cuidando dele. Você não demonstra se importar nem um pouquinho com a dor que está dentro dele. Eu quero que um dia você ame alguém o tanto quanto eu te amo e que essa pessoa não se importe, não tê dê valor e te faça chorar o tanto quanto eu choro. Ok, isso é mentira, por que eu não posso nem pensar na ideia de ver você sofrendo. Na verdade, eu só queria que você me amasse de verdade, como você aparentava amar. Eu sinto falta daquela pessoa que não me deixava dúvidas que realmente se importava, e que nunca ia desistir de mim. Você pede desculpas e, depois, continua cometendo o mesmo erro. Se é divertido pra você eu não sei, mas sei que isso me mata por dentro. E me mata mais ainda o fato de você não se importar com nada disso. A sua consciência não fica pesada depois? Ou você também não a escuta mais? Sair magoando a pessoa que mais te ama não é legal, divertido, engraçado nem muito menos te torna descolado, mas só você não percebe isso. E eu realmente queria que você parasse e sentisse a minha falta, como eu sinto a sua. E eu gostaria que você parasse de me magoar. Mas parece que isso não é possível. Aprendi que quando a gente acompanha a história da pessoa que amamos do lado de fora quando você queria estar participando dela, machuca. Eu me sinto cada vez mais substituída por uma pessoa que não merece o meu lugar. Mas se essa pessoa te faz feliz, eu não posso fazer nada. Mas seria bem mais fácil se você não insistisse em mentir, dizendo que me ama, dizendo que se importa, negando tudo o que eu ouço. O problema é que eu cansei de me iludir, já que suas palavras são diferentes das suas ações. Diga que não me ama, admita que não se importa. Machuca, mas machuca menos do que ouvir um "eu te amo" da boca pra fora, acredite.