segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O que aconteceu?

Eu sei que já faz muito tempo, mas eu ainda me lembro claramente de cada palavra que você disse. Eu me lembro de quando eu disse que te amava e você me perguntou se podia acreditar nisso, o que soa irônico agora já que, pelo visto, quem não deveria ter acreditado era eu. E eu me lembro também de que você abria mão de jogar futebol para poder passar mais tempo comigo - o que você dizia ser um bom sinal - mesmo sem eu nunca ter ido ver você jogar até então e me pergunto há meses o que aconteceu sem nunca ter encontrado a resposta. O que aconteceu com o que fazia você abrir mão do futebol só para ficar comigo? O que aconteceu com a menina que nem sequer ia te ver jogar? O que aconteceu com aquela felicidade que eu só sentia quando estava com você? O que aconteceu que te deixou confuso? O que aconteceu que fez você querer ir embora? Eu acho que tudo iria bem se um de nós não tivesse mudado. Digo, se eu não tivesse passado a me importar ou se você não tivesse feito o contrário, voluntariamente ou não. Você não sabe, mas você foi a melhor e pior coisa que me aconteceu. Parece que isso nunca vai acabar... Eu sei que vai, mas é que eu sinto que não importa quanto tempo passe, eu vou lamentar o fato da gente não ter dado certo sempre que eu te olhar ou lembrar de você e choramingar por dentro por você não fazer o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário