sábado, 3 de setembro de 2011

Estamos nos perdendo ou nos encontrando?

Eu me machuco com os meus próprios erros, eu vivo errando e ninguém quer aceitar os meus erros, enquanto eu cometo mais um erro aceitando os erros dos outros… Eu aceitei todas as suas contradições esperando que você me aceitasse. Suas contradições… Ah, meu bem, como elas me machucam… Você não faz ideia do quanto fere o meu coração. Mas o que é que não me machuca? Meu coração é tão frágil que parece uma maria-mole, e eu vivo reclamando disso. Mas também reclamo quando ele endurece, porque a vida já é dura demais. E me diz, meu anjo, quando é que eu acertei? O que eu fiz que te deixou apaixonado por mim? E o que eu estou fazendo ou deixei de fazer que foi está acabando, aos poucos, com toda essa sua paixão? Eu ainda sinto que ela está dentro do teu coração, meu amor, mas você só deixa ela transparecer às vezes… E, por favor, entenda: Eu não preciso de você ás vezes. Você não é só um tapa-buraco para mim, e é por isso que eu peço a Deus todos os dias não ser só um tapa-buraco para você. Eu preciso de você sempre. Mesmo não demonstrando sempre, e os nossos “às vezes” devem ser uma das poucas coisas que temos em comum. Às vezes eu sinto que nos perdemos brutalmente, mas às vezes eu sinto que nós continuamos pertencendo um ao outro como sempre… O problema é que, no início, o “às vezes” era “sempre”. E eu faria tudo o que fosse possível para que esse “sempre” voltasse a existir entre nós… Mas é possível? E se for, o que eu posso fazer? Eu não sei o que fazer, meu amor… Eu não sei como agir porque eu não sou boa nessas coisas. Nunca fui e você sabe muito bem disso. Mas eu sei que, de alguma forma, eu sempre fui sua. Mesmo sem saber. Mesmo sem você saber. E sei também que eu vou continuar sendo sua. Para sempre. Então, por favor, veja isso e tome alguma atitude no meu lugar. Salve-nos, não deixe que nós nos percamos desse jeito… Por favor, meu amor. Por favor, por favor, por favor. Não vá para longe assim… Não vai. Pelo contrário, vem. Se aproxima mais. Fica bem pertinho de mim. E fica para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário